Últimas Postagens

Oitocentos anos depois

A história começou com a revolta dos barões contra os desmandos e as arbitrariedades do rei João Sem Terra, na Inglaterra de 1215. Pressionado pelos barões, o rei assinou a Magna Carta, com seus artigos escritos em latim. Foi o primeiro documento  que limitou...Saiba mais

  • Compartilhar:

Esses azevedos geniais

Ao sair do cinema, depois de assistir ao filme Trinta, no qual são destacadas a vida e a obra de Joãozinho Trinta, fiquei enumerando outros maranhenses já falecidos, que mais se consagraram no Rio de Janeiro, alterando a história da literatura brasileira. Lembrei-me de...Saiba mais

  • Compartilhar:

Humberto de Campos redivivo

Há poucos dias, em breve palestra sobre Coelho Neto, no Café Literário do Centro de Criatividade Odilo Costa, filho, fiz, logo de início, esta pergunta: É possível reabilitar Coelho Neto?  A resposta só podia ser não, apesar de tantas e...Saiba mais

  • Compartilhar:

A nova face da defensoria pública

A promulgação da Emenda Constitucional nº 80, de 4 de junho de 2014, deu à Defensoria Pública a categoria de instituição permanente e essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe, como expressão e instrumento...Saiba mais

  • Compartilhar:

Coisas surpreendentes acontecem

O excesso de comunicação em que vivemos não permite ao leitor de um jornal que se detenha numa notícia para refletir sobre sua essência. Outra, logo adiante, já reclama sua atenção. Dentre essas recentes notícias, precisei anotar,...Saiba mais

  • Compartilhar:

Chagas, poesia e metáforas da vida

Hoje é aniversário do Poeta: 90 anos. O primeiro aniversário sem sua presença física. Sua imagem paira sobre os telhados de  São Luís como o sereno de uma madrugada fria de abril. Lembro-me de uma visita que fiz ao Poeta, assim que ele chegou...Saiba mais

  • Compartilhar:

E a reforma política?

Há muito tempo que se fala em Reforma Política, mas esta continua sendo uma entidade etérea, sempre anunciada e nunca vista. Não é exagero prever-se que ela só acontecerá quando chegar ao Supremo Tribunal Federal, em mais um capítulo da...Saiba mais

  • Compartilhar:

O diabo vota no nobre deputado

Após assistir à reportagem do Fantástico sobre o conteúdo do livro de Márlon Reis, O nobre deputado, interessei-me em adquiri-lo para tomar conhecimento do seu conteúdo. O tema fez-me lembrar de uma leitura que havia feito, há um tempo...Saiba mais

  • Compartilhar:

A dentada de Suárez

No meio de tantas alegrias, apreensões, disputas, exibições dentro e fora de campo, no meio de tantas coisas belas desta Copa, eis que surgiu uma dentada para surpreender. Para tentar qualificá-la, já foram gastos inúmeros adjetivos, mas o fato foi de...Saiba mais

  • Compartilhar:

O homem que amava os cachorros

Houve um tempo, na minha etapa universitária, em que me considerava um trotskista, em pleno regime ditatorial vigente no Brasil naqueles anos. Por essa época, li a extensa biografia de Trotski, da autoria de Isaac Deutscher, em três volumes, (Civilização...Saiba mais

  • Compartilhar:

Entre Habana Vieja And Manhattan

Sempre achei um exagero ao ouvir certa pessoa gabar-se de  já ter ido a Nova York dezenas de vezes. Nenhuma cidade estrangeira poderia ter tantas atrações para renovar a ânsia de revisitá-la por  tantas vezes, pensava eu. Mas, ao conhecê-la pela...Saiba mais

  • Compartilhar:

A vulgarização da barbárie

          Uma das consequências mais benéficas da constituição da sociedade e do Estado foi suprimir a justiça privada, conferindo-se ao poder público a exclusividade da prisão e da...Saiba mais

  • Compartilhar:

Lourival Serejo

O desembargador Lourival de Jesus Serejo Sousa nasceu na cidade de Viana, Maranhão. Filho de Nozor Lauro Lopes de Sousa e Isabel Serejo Sousa. Formou-se em Direito, em 1976, especializando-se em Direito Público, pela Faculdade de Direito do Ceará,
Saiba mais

Contatos

  • email
    contato@lourivalserejo.com.br

Endereço

Desembargador Lourival Serejo