Últimas Postagens

A CONTRIBUIÇÃO DA LITERATURA DISTÓPICA PARA A CIDADANIA ALERTA

      Não se trata de uma novidade surgida agora. Esse gênero literário já existe há muito tempo, representado em obras como Admirável mundo novo, de Aldous Huxley; 1984, de George Orwell; Farenheit 451, de Ray Bradbury; Laranja...Saiba mais

  • Compartilhar:

ASSIM COMEÇA A JUDICIALIZAÇÃO DA POLÍTICA

     Li pelos jornais a notícia de que seis partidos políticos entraram com uma ação no Supremo para anular a sessão da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados que...Saiba mais

  • Compartilhar:

QUID EST VERITAS?

     A pergunta que Jesus não respondeu a Pôncio Pilatos (O que é a verdade? João, 18:38) está mais atualizada do que nunca. Se Ele não respondeu naquela época, imagino hoje como seria difícil a seu inquiridor entender...Saiba mais

  • Compartilhar:

O CONTO DA AIA

     Por muito tempo resisti à idéia de ler O Conto da Aia, de Margaret Atwood, pela reserva que tenho em perder tempo com a leitura de best sellers. Ocorre que essa obra cresceu tanto nos Estados Unidos como aqui, no Brasil, que fui obrigado a desvendar seu...Saiba mais

  • Compartilhar:

A FLOR VERMELHA

     Raramente se encontra um título tão bem posto como o que Yuri Costa pôs em seu ensaio biográfico sobre Celso Magalhães: A flor vermelha. Em recente crônica, fiz o mesmo elogio para Bruno Tomé, com o seu Rei Zulu, a...Saiba mais

  • Compartilhar:

QUEM TEM MEDO DO ATIVISMO JUDICIAL?

     Surpreendeu-me ao ler, semana passada, pelos jornais, a informação de que um grupo de parlamentares estariam organizando uma frente para lutar contra o ativismo judicial, com o propósito de obrigarem os juízes a cumprirem as leis, ao...Saiba mais

  • Compartilhar:

OS LIMITES DA ATUAÇÃO DO ESTADO QUANDO SE FALA DE FAMÍLIA

     Durante a última campanha presidencial, assistimos pelo horário eleitoral e pelas entrevistas, as reiteradas referências do candidatos à família como meta de governo, com alusões à defesa dos seus valores tradicionais,...Saiba mais

  • Compartilhar:

HOMO DEUS

     Antes, previno que este é um tema delicado para ser tratado por um leigo. A vantagem é que se cometer alguma impropriedade, serei perdoado exatamente por essa condição. Como advertiam os latinos, ne sutor ultra...Saiba mais

  • Compartilhar:

OS COLETES AMARELOS

     A França foi surpreendida com o movimento populista dos chamados “coletes amarelos”, que protestavam, no início, contra o aumento de uma taxa sobre os combustíveis. Depois, como tem acontecido em todas essas manifestações,...Saiba mais

  • Compartilhar:

SÃO PAULO VI

     Recebi com inteira satisfação a notícia da canonização do papa Paulo VI, em outubro passado, sob a aprovação do papa Francisco. Inseriu-se, então, um novo santo no catálogo da Igreja Católica...Saiba mais

  • Compartilhar:

70+30

     Duas efemérides importantes convergem neste ano de 2018: os setenta anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos e os trinta anos da Constituição Federal de 1988.  A soma dessas datas confere cem por cento de certeza de que...Saiba mais

  • Compartilhar:

ENTRE A AÇÃO E A REAÇÃO

     Aconteceu nos primeiros dias do mês passado, num retorno do São Francisco, uma cena que desperta debates e análises divergentes, dependendo de que ângulo ela será vista. Na verdade, é um reflexo do momento de tensão...Saiba mais

  • Compartilhar:

Lourival Serejo

O desembargador Lourival de Jesus Serejo Sousa nasceu na cidade de Viana, Maranhão. Filho de Nozor Lauro Lopes de Sousa e Isabel Serejo Sousa. Formou-se em Direito, em 1976, especializando-se em Direito Público, pela Faculdade de Direito do Ceará,
Saiba mais

Contatos

  • email
    contato@lourivalserejo.com.br

Endereço

Desembargador Lourival Serejo